Fortaleza

Escorre a lágrima pelo peito.
As feridas profundas não saram.
O negro fica-te bem!..

O tempo é inimigo do belo.
As rugas marcam o rosto
e as da alma já nada dizem.

Falta-te a força.
Esconde-se em ti.
De olhar no chão
guardas a vergonha.

Mas hoje é dia…
De olhar o azul profundo
e gritar por fim!.

Ana Fafe