As velhas, as beatas e a valorização interior

excorgitações Sofia Num destes fins de tardes, desci de carro por ruelas gastas e deparei-me com duas velhas (caso seja legítimo usar a expressão e amanhã não acorde inundada de críticas de gerontofobia) a varrer o passeio junto às suas casas. E, como sou rapariga pensadora, dei comigo a refletir sobre uma outra geração que … Continuar a ler As velhas, as beatas e a valorização interior

Sexo desportivo?

ars athletica Sónia Calvário Recentemente foi conhecida a fundamentação do Tribunal Arbitral do Desporto de Lausanne (TAS) no caso que opôs Castor Semenya (acompanhada pela Federação da África do Sul) à Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF), de que falámos aqui. Relembra-se que a ação visava, especificamente, os critérios de elegibilidade previstos no Regulamento … Continuar a ler Sexo desportivo?

“Meu mal é ver que eu vou bem”*

carrossel dos esquisitos Ana Ademar Esta silly season está cheia de acontecimentos e eu, que estou convencida de que padeço de síndroma do cérebro acelerado (aprendi num podcast), tenho dificuldade em concentrar-me... DAS BONIFÁCIAS DESTA VIDA  Tento manter-me informada sobre o que vai acontecendo pelo mundo. Por vezes, há assuntos tão complexos, abrangentes e graves … Continuar a ler “Meu mal é ver que eu vou bem”*

a senhora que segue: Celina da Piedade

Celina da Piedade cresceu em Setúbal, mas tem fortes raízes em Baleizão, terra da sua mãe. É música, compositora e investigadora. Começou a estudar música aos 5 anos, e pouco tempo depois a atuar em público. Estudou acordeão e piano no Conservatório de Setúbal, onde também deu aulas de acordeão. Licenciou-se em História- Património Cultural na … Continuar a ler a senhora que segue: Celina da Piedade

AFINAL, QUANTO RECEBEM OS CLUBES FORMADORES?

ars athletica Sara Mesquita Muito se tem falado na comunicação social dos valores envolvidos nas transferências dos jogadores de futebol, quer sejam elas nacionais ou internacionais. Vemos com frequência ser utilizada a expressão “o clube A vai receber a quantia de € 500.000,00 como compensação pela formação do jogador B”, o que na maioria dos … Continuar a ler AFINAL, QUANTO RECEBEM OS CLUBES FORMADORES?