Girls & Boys

O amor à sexta-feira!

Nádia Mira

Quem, da minha geração, nunca cantou esta música a plenos pulmões numa qualquer pista de dança, ou até no seu próprio quarto, é possível que ainda esteja por descobrir o amor e, quiçá, a vida!

“Girls & Boys” foi o primeiro single de “Parklife”, incontornável álbum dos britânicos Blur. Lançado em 1994, o tema foi o maior hit da banda até aquela data e o primeiro a atingir o top 5 do UK Singles Chart, sendo superado no ano seguinte por “Country House” que iria atingir o primeiro lugar do top.

“Parklife” foi considerado o melhor álbum do ano por várias revistas, incluindo a NME e “Girls & Boys” foi single do ano para a mesma revista, bem como para a extinta Melody Maker. O disco, considerado um manual de britpop até aos dias de hoje, representou um momento de viragem na carreira da banda, catapultando-os para o estatuto de ícones dentro do género, a par dos seus arquirrivais Oasis.

O grupo teve origem em Londres em 1989, e é formado pelo vocalista Damon Albarn, o guitarrista Graham Coxon, o baixista Alex James e o baterista Dave Rowntree.

Foi inspirado por umas férias em Magaluf (Espanha) que Damon escreveu “Girls & Boys”. Segundo o próprio, a cidade tinha “discotecas realmente degradantes” e uma cena sexual muito intensa entre os frequentadores. “Eu adoro essa ideia para ser franco. Adoro rebanhos! Todos esses miúdos e miúdas como que se encontravam no ‘bebedouro’ e depois copulavam. Um ritual animal. Não há moral envolvida, não estou a dizer que deveria ou não deveria acontecer ” afirmou o vocalista.

O tema transcende gerações, tanto pelo seu espírito eterno de dança como pelas guitarras hipnotizantes e linhas de baixo que definiram o som ambíguo dos Blur.
A música tem uma convergência de vários estilos pop e de dança, resumidos pelo baixista Alex James como “bateria de disco, guitarras desagradáveis e baixo de Duran Duran”.

“Gils & Boys” tanto pode ser o retrato glamoroso do sexo livre, como a imagem do seu declínio, mas é sem dúvida amor a soar a 90’s.

Damon Albarn resume a música dizendo “Quatro notas. E o refrão é ‘Boys, Girls, Love’. Essa é uma mensagem universal, não é?”.A mensagem é simples e condizente com a sexta-feira – tudo vale se houver amor!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s