Because the night

O amor à sexta-feira!

Nádia Mira

São muitos os cantores que me soam a amor. Patti Smith, porém, é amor! Começar as sexta‑feiras do novo ano com uma música de Patti, mais do que uma escolha, é uma declaração de intenções.

“Because the night” é a canção mais popular de Patti Smith e integra o alinhamento de “Easter”, lançado em 1978. No entanto, a música foi inicialmente concebida, não por ela, mas por Bruce Springsteen.

O Boss começou a escrever a canção em 1977, em Los Angeles, durante as sessões de “Darkness on the Edge of Town”, depois de compor a melodia e o refrão deparou-se com alguma dificuldade em finalizar a música e acabou por abandoná-la.

Jimmy Iovine, engenheiro de som que, enquanto trabalhava com Springsteen, estava simultaneamente a produzir o álbum de Smith, sugeriu então que o Boss oferecesse “Because the Nigh” a Patti.

Reza a lenda que Patti Smith escreveu sofregamente os versos da canção enquanto ouvia a demo de Bruce Springsteen em loop e aguardava um telefonema do então namorado, que se tornaria seu marido e pai dos seus filhos, Fred ‘Sonic’ Smith, guitarrista e fundador dos MC5. Quando Fred ligou por volta da meia-noite, a música estava pronta.

Smith hesitou em usar uma canção concebida por outra pessoa, mesmo depois de escrever os versos continuava sem certezas de que iria gravá-la. O produtor Jimmy Iovine e os membros da banda convencê-la-iam. “Acabou por ser uma boa parceria para essa música em particular”, disse ela à Billboard “Eu nunca iria escrever uma canção assim. Nunca escreveria um refrão como este”.

A música foi apresentada pela primeira vez ao vivo num concerto de Patti Smith no mitíco CBGB em 30 de dezembro de 1977 no dia do 31º aniversário da cantora, com Springsteen a participar na voz e na guitarra.

Alguns dos seus fãs não ficaram satisfeitos com o sucesso comercial da canção e acusaram Patti de se vender. Nada que importasse à Godmother of Punk – “Gostei de me ouvir na rádio” disse ela então à New York Magazine. “Para mim, essas pessoas não entendem punk rock. Punk rock é apenas mais uma palavra para liberdade”.

A mulher que em 1975 abriu o seu álbum de estreia,“Horses”, com a frase “Jesus morreu pelos pecados de alguém mas não pelos meus”, é uma permanente evocação da liberdade e do amor.

É sexta-feira, a primeira do ano, considerem humildemente os conselhos da Godmother e esta noite entreguem-se sem temores ao amor e à luxúria. Se sentirem que a noite vos pertence, então fizeram tudo certo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s