Dream Lover

O amor à sexta-feira!

Nádia Mira

Podcast

Andou demasiado agitado o meu universo onírico nos últimos tempos. Acordada ou a dormir, a fantasia instalava-se amiúde e eu, que gosto de respeitar os poetas, lembrando as palavras de Sebastião da Gama que convictamente apontava “pelo sonho é que vamos”, passei demasiado tempo sem me debater e, como tal, sem notar que a realidade consegue frequentemente surpreender-nos e superar as quimeras. Alguém devia ter dito isto a Bobby Darin mas provavelmente ter-se-ia perdido uma ótima canção.

“Dream Lover” é uma música escrita por Bobby Darin e gravada por este em março de 1959. O tema alcançou com facilidade os tops da pop e do R&B dos EUA e do Reino Unido e transformou Darin num “ídolo adolescente”.

Capturando perfeitamente o estilo musical da época, “Dream Lover” continua a ser uma das maiores músicas de R&B já gravadas. O som da canção é tão diversificado que chega a ser injusto defini-la dentro de um só género. A canção incorpora uma série de elementos diferentes, começando pelos fantásticos backvocals até à vibrante guitarra, pelo que, em “Dream Lover” podemos escutar desde rock & roll a R&B, do doo-wop à soul, passando pelo ritmo latino sobre o qual foi construída a melodia, tudo isto envolvido por um dos arranjos mais cativantes feitos à época.

A letra é simples, o desejo que esta expressa talvez se afigure mais complexo. Bobby Darin anseia pela chegada da miúda dos seus sonhos para que não tenha que sonhar sozinho. Parece, no entanto, que Darin se terá detido pouco nas efabulações com a rapariga, já que na canção esta surge absolutamente despersonalizada. Mais uma vez, a necessidade de amar e ser amado. Não interessa bem por quem. Aparentemente o sonho era só esse.

O senhor Bobby faleceu cedo e não tenho a certeza se terá aprofundado os seus conhecimentos sobre o universo onírico, mas quem escreve uma canção assim terá seguramente descoberto que a rapariga dos seus sonhos nunca chegará, porque é ao sonho, e só a ele, que pertence. No entanto, aparecerão, por certo, outras, quiçá mais belas e mais interessantes, mais envolventes, mais apaixonadas e apaixonantes e que farão os nossos sonhos parecer pequenos. Portanto, aceitem o conselho desta sonhadora experimentada – é sexta-feira, ignore-se, ainda que apenas por hoje, o poeta e a ir que seja pela realidade… tende a ser surpreendentemente melhor que a fantasia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s