linhas…

letras soltas

Maria João

são estas as linhas que tenho

são estas linhas que escrevo

são linhas tortas, direitas

linhas doces, amargas

linhas coloridas ou sombrias

Linhas são pontos

pontos que se unem uns aos outros

e as formam para nós

sobre estas linhas

as palavras saem soltas

as letras saltitam delirantes

à espera que as leiam

à espera que as ouçam

não vale a pena apagar as linhas

porque mesmo apagadas

estão sempre lá

as linhas são memórias

e as memórias não se apagam assim

as minhas primeiras linhas

foram as do comboio

muito antes das que estão nos cadernos da escola

linhas que percorria descalça

e de sorriso rasgado

linhas onde colocava o ouvido

para saber se o comboio

ainda estava longe

as linhas dos cadernos vieram a seguir

com letras

palavras

textos

depois vieram as linhas da vida

aquelas que traçam o nosso destino

são essas linhas que percorremos todos os dias

quando escrevo

leio ou ensino

as minhas linhas são assim

linhas tortas, direitas

doces, amargas

coloridas ou sombrias

mas são as minhas

e nunca as apagarei…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s