Nação Valente

Idos de agosto

Sónia Calvário

A contestação crescente contra a realização da 44.ª Festa do Avante, que decorrerá no próximo fim-de-semana, tem alimentado os meios de comunicação, as redes sociais e tem motivado declarações políticas, ao mais alto nível… de responsabilidade, entenda-se, não quanto ao conteúdo e/ou à forma. Concorde-se ou não, goste-se ou não, há que reconhecer que, no panorama político-partidário do país, apenas o centenário PCP teria a coragem para, ao arrepio da opinião pública, e até de muitos dos seus eleitores, decidir realizar o evento e levar avante a sua resolução. Coincidências?

Entretanto, circularam, pelo ciberespaço, esse “importante veículo de transmissão de informação e conhecimento”, no qual todos somos potenciais opinion makers, algumas imagens, poucas, sobre eventos religiosos e culturais, e sobre as férias diferentes dos portugueses, a maioria nas nossas maravilhosas praias, que não merecendo contestação, ilustram a fome em voltar à normalidade… Coincidências?

E o número de infetados, e mortes, que reduzia, voltou a crescer, de forma galopante na última semana, depois de termos conseguido a confiança dos nossos mais antigos aliados, para fazermos parte dos “destinos seguros”, o que levou a uma enchente de britânicos no aeroporto de Faro. Como também aumenta (sem nunca ter diminuído) o número de mortes não Covid… mas isso … ora isso são números, apenas números! Coincidências?

Daqui a uns dias teremos imagens e notícias (ou não) sobre os grandes eventos que decorrerão na área metropolitana de Lisboa e daqui a umas semanas teremos os números de infetados (ou não) para podermos aferir e responsabilizar pelas decisões… mesmo a tempo do regresso às aulas e, para muitos, ao trabalho… mesmo a tempo de haver mais um confinamento, agora de outono, mesmo a calhar para quem gosta do conforto do lar…ainda que signifique agravar a crise económica, que será, certamente a maior de que temos memória, mas vale-nos não termos políticos que defendem a privatização de serviços essenciais, como a saúde e o ensino, senão… Coincidências?

Da minha parte, espero que os eventos corram bem, que as organizações consigam fazer cumprir as regras e que os visitantes as respeitem escrupulosamente, pois queremos todos (ou não) voltar à normalidade e que consigamos sobreviver, mantendo a nossa (frágil) soberania, ao embate que nos espera.

Nação Valente é o novo tema musical de Sérgio Godinho, um dos nomes maiores da cultura portuguesa. O escritor, compositor, músico, poeta… completa hoje 75 anos. Coincidências?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s