a senhora que se segue: Susa Monteiro

DSCN0775

Susa Monteiro é ilustradora e artista plástica. Nasceu (1979) e vive em Beja. Estudou Realização Plástica do Espetáculo na Escola Superior de Teatro e Cinema. Trabalhou como figurinista, caracterizadora e aderecista para o teatro e para o cinema. Colabora com a Bedeteca de Beja e com o Festival Internacional de Banda Desenhada, desde 2005, do qual é coorganizadora e responsável pela linha gráfica. O seu trabalho divide-se essencialmente em ilustração (para livros, revistas, capa de livros, cartazes, etc) e pintura (exposições em galerias por todo o pais e estrangeiro). Publica regularmente ilustrações e bandas desenhadas em vários álbuns, fanzines, jornais e revistas (Visão, Público, Diário do Alentejo). Ilustrou, durante mais de uma década, as crónicas de António Lobo Antunes, na Revista Visão. É autora da biografia em BD de Jorge Palma. Tem exposto frequentemente o seu trabalho em festivais de BD e galerias, individual e coletivamente,  Em 2011 venceu o Prémio Stuart de Desenho de Imprensa, que representa a maior distinção portuguesa na área do desenho de imprensa, e em 2018 arrecadou o galardão de Melhor Ilustrador Português, nos prémios nacionais de Banda Desenhada (Amadora), com o seu último livro “Sonho”.

O “Ó! Galeria”, no Porto, reabriu ao público, no passado dia 9, com a inauguração da exposição 42 Minutos À Espera Num Cruzamento De Terra Batida, com 15 pinturas, em guache e acrílico sobre papel, inspiradas na viagem de carro que fez através dos Estados Unidos da América e na cultura popular deste país. Até ao dia 6 de maio pode visitar virtualmente esta exposição da Susa Monteiro que é a Senhora que segue no Expoente M.

logoMTem a vida que idealizava?

Uma versão mais muito mais simples daquilo que idealizava, um rascunho. Em termos profissionais muito longe dos meus sonhos.

logoMA intervenção/participação na sociedade deve ser uma preocupação de todos? No seu caso como a pratica?

Penso que sim, claro. Tenho colaborado, desde há muitos anos, na vida cultural da cidade e da região através da Betedeca e do Festival de Banda Desenhada, entre muitas outras actividades. Estive também ligada a algumas associações durante alguns anos.

logoMComo vê a conciliação, atualmente, da vida profissional e familiar/social? Na sua vida existe esse equilíbrio?

No meu caso são indissociáveis. Como sou freelancer não tenho horários, não existem feriados ou fins de semana. Posso trabalhar em casa ou noutro sítio qualquer. Tudo gira em redor do trabalho. Muitas das pessoas à minha volta estão envolvidas com o festival de banda desenhada e outros eventos culturais da cidade.

logoMJá sentiu que a sua afirmação profissional e/ou pessoal foi dificultada ou condicionada por ser mulher?

Felizmente não. Cresci uma família onde nunca houve diferença entre homens e mulheres. E no mundo da ilustração, existem tantas ou mais mulheres do que homens e o que conta é o trabalho e não quem está por trás.

logoMO que é preciso para que as mulheres possam ver garantido o seu direito à igualdade? Como podem as mulheres contribuir para essa concretização?

Principalmente educando os seus filhos e filhas em igualdade absoluta. Não aceitando jamais qualquer tipo de discriminação. Não ter medo e viver o mais perto possível dos seus sonhos.

logoMQual é o seu maior sonho?

O meu maior sonho á viver sem sobressaltos e sem medos.

Visita Virtual: Ó! Galeria – Susa Monteiro

Susa Monteiro no Expoente M AQUI

Susa Monteiro

Uma opinião sobre “a senhora que se segue: Susa Monteiro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s