O meu lado mais sarcástico, porque também faz falta e sou ainda mais eu

A Rosa Madalena Palma Bem-vindos ao circo. Aqui podem encontrar de tudo um pouco. Começam logo por comprar bilhete com direito a tirar foto do dito para publicar diretamente nas redes sociais. Depois passam pela passadeira vermelha e antes ainda da entrada há uma photobooth com passagem direta a entrevistas e fotos com publicação em … Continuar a ler O meu lado mais sarcástico, porque também faz falta e sou ainda mais eu

Até lá, cá estamos

A Rosa Madalena Palma Rosa, tenho uma novidade para ti. Aparecemos na televisão. Foi uma experiência tão gira. Diferente. Em primeiro lugar começámos por preparar com a equipa de produção toda a vinda da equipa. Quiseram conhecer ao pormenor tudo o que fazíamos, como fazíamos, quem eramos. No fundo quiseram conhecer como começou a germinar … Continuar a ler Até lá, cá estamos

Dos dias de hoje

A Rosa Madalena Palma E se pudéssemos eliminar algo do mundo o que eliminávamos? Esta pergunta surgiu há dias e desde então tenho tido dificuldade em escolher apenas uma coisa. Não é tarefa fácil. As opções passam pelas doenças, a crueldade animal, a fome, a xenofobia e todas as palavras que atacam os direitos humanos, … Continuar a ler Dos dias de hoje

Da Poesia

A Rosa Madalena Palma Rosa e se te escrevesse um poema? Daqueles cheios de metáforas Palavras bonitas Encantadas Sem rimas Sem rumo Um poema que te enchesse de alma Livre Frases corridas Curtas mas repletas de sentido Não do sentido da vida Porque desse não reza a história Mas de te fazer parar Fechar os … Continuar a ler Da Poesia

No umbigo

A Rosa Madalena Palma Como se escreve algo quando a cabeça está tão cansada? A resposta é simples. Da mesma forma que tantos escrevem com a cabeça cheia de lixo e preconceitos ou ideias preconcebidas. E escrevem na mesma. Presentemente, estou extremamente cansada. As sequelas da porcaria da covid, a luta dos dias, o corresponder … Continuar a ler No umbigo