Sofia em, afinal sou um travesti ou provavelmente uma matrafona…

excogitações Sofia Sempre fui apaixonado por literatura. Devorava livros na pré-adolescência e ainda hoje não compreendo o conceito de adormecer sem um livro na cabeceira e em silêncio desdenho de quem tem televisão no quarto. Como, desde a primária, que me encanta escrever, brincar com as palavras, inventar estórias e a ironia dos silêncios. Pelo … Continuar a ler Sofia em, afinal sou um travesti ou provavelmente uma matrafona…

Sofia, preocupada com a lingerie eleitoral

excogitações Sofia Porque estive fora do País, no último mês não partilhei as minhas tontas reflexões sobre os resultados das eleições autárquicas e, hoje, quando na companhia de um temporal escrevo estes parágrafos, já estamos nos preliminares das eleições legislativas. Não me interpretem mal: eu gosto imenso de eleições. Acho que são a festa da … Continuar a ler Sofia, preocupada com a lingerie eleitoral

Sofia, em análise política em saltos altos

excogitações Sofia Ontem fui a Beja votar. Até comprei umas cuequinhas novas, porque uma mulher nunca sabe quando é que pode festejar uma vitória autárquica. E, permitam-me a confissão, sábado quando cruzei o centro da cidade, quase tive múltiplos, por ver tanta gente a passear. Fiquei deliciada com o mercadinho, por ver tanta gente empreendedora … Continuar a ler Sofia, em análise política em saltos altos

Sofia, com dor de corno porque ninguém lhe escreve cartas de amor…

excogitações Sofia Chamem-me reacionária, saudosista, sebastianista ou até fascista, ou louca que poderá ser mais adequado, mas acredito fielmente que já não há verdadeiras histórias de amor. Hoje apaixonamo-nos pela luxúria, somos orgasmodependentes, partilhamos esboços na nossa vida com os outros, mas somos inaptos para amar da única forma que é legítimo amar: sem medida. … Continuar a ler Sofia, com dor de corno porque ninguém lhe escreve cartas de amor…

Sofia, em o fernando santos é evidentemente um asno

excogitações Sofia Esperei pelo final do jogo para também eu ter uma opinião fundamentada sobre o selecionar nacional e como Portugal perdeu, apesar de eu não perceber nada de futebol, também venho para as redes sociais dizer que fernando santos é um nabo, está desatualizado e com uma seleção fantástica conduziu-nos à mediocridade. É verdade … Continuar a ler Sofia, em o fernando santos é evidentemente um asno

Sofia, de gola alta, com vestido comprido, a cogitar sobre cogitações

excogitações Sofia O abominável existe. Da mesma forma que o género humano é capaz de criar os mais belos poemas e as músicas mais extraordinárias, de pintar os quadros mais admiráveis, de praticar atos de ternura e de luxúria absolutamente inesquecíveis, também é capaz de destruir física e psicologicamente um seu semelhante por mero capricho, … Continuar a ler Sofia, de gola alta, com vestido comprido, a cogitar sobre cogitações

Sofia já encontrou o Nemo e agora vai procurar a primavera

excogitações Sofia Sofia||Expoente M Rádio Eu gosto desmesuradamente da Primavera. Também gosto da Carla, da Márcia e da Patrícia, mas de todas a minha preferida é a prima Vera. Gosto desta sensação de desabrochar, das florinhas nos campos verdejantes do por-do-sol alaranjado a fazer o amor com o horizonte, porque linda é a poesia, a … Continuar a ler Sofia já encontrou o Nemo e agora vai procurar a primavera

O voto de Sofia

excogitações Sofia Sofia||Expoente M Rádio Escrevo-lhes estas palavras escarrapachada no meu sofá king size (não é que o sofá seja grande, mas como sou pequenina é king size), com um pijaminha lindo que comprei no natal para usar no primeiro trimestre do ano de trabalho. E umas meias de lã, e mais uma ou outra coisa que deixo … Continuar a ler O voto de Sofia