Paulo Ribeiro

Paulo Ribeiro é um cantautor apaixonado pelo Alentejo, sempre presente na sua música. Autor de novas modas para o cante alentejano, compositor de bandas sonoras, música para peças de teatro e performances de poesia, o seu nome está ligado a projetos como Anonimato, Mosto, Baile Popular ou Tais Quais, entre outros. Desenvolve há quase duas décadas um intenso trabalho em torno do Cante, como ensaiador de grupos corais e mais recentemente como formador de crianças nas escolas. Desde 2018 que assume a direcção artística do Festival B.

Tem vários discos editados a solo e em grupo, entre os quais se destacam os mais recentes “O céu como tecto e o vento como lençóis” a partir da obra poética do escritor Manuel da Fonseca, “As Novas Aventuras dos Tais Quais” e “É assim…Uma Espécie de Cante” em parceria com o Grupo Coral e Etnográfico “Os Camponeses de Pias”, que inclui a gravação de diversas músicas do imaginário pop português adaptadas para o cante alentejano. Paulo Ribeiro prepara agora o lançamento do seu novo álbum intitulado “Ribeiro”, com edição prevista para o início de 2021.