Sarah Musgrave

foto1Sarah Musgrave (05/02/1972) nasceu em White Haven, Cumber­land, no norte de Inglaterra, veio para Portugal com 5 anos, licenciou-se em Biologia e Geologia, é professora dessas disciplinas, e de Ciências Naturais, na Escola Secundária Sebastião e Silva, em Oeiras. Tem 20 livros escritos e 3 romances publicados “Papoila Selvagem” (2015), “O Encantador de Sonhos” (2018) e “O Filho do Evereste” (2019). É mãe do Rafael, com 18 anos, adora correr de madrugada, fazer escalada, é amante e protetora de animais, vegetariana e apaixonada pela vida.  

“Poder-se-ia dizer que Sarah Musgrave nas­ceu para contar histórias.

É uma escritora compulsiva, autora de livros que nos transportam tanto para lugares tris­tonhos ou até banais, como para paisagens fantásticas e cenários mágicos. Diz-nos que mesmo perante o sofrimento, a esperança não é vã e a magia anda à espreita.

As suas histórias conduzem-nos a universos em que a amizade, o amor, o desporto e as via­gens estão sempre presentes.

Sarah Musgrave é uma mulher apaixonada pelo seu grande companheiro na maior aven­tura de todas: Rafael, o seu filho.

Licenciada em Ensino de Biologia e Geolo­gia, exerce com paixão a outra das suas voca­ções: o ensino.

Nascida em 1972 em White Haven, Cumber­land, no norte de Inglaterra, corre, pratica es­calada, nada, não recusando novas aventuras e oportunidades.

Publicou em 2015 aquele que foi o seu pri­meiro livro, “Papoila Selvagem”. Em 2018 publicou o seu segundo romance, “O Encantador de Sonhos” e em 2019 o terceiro romance, O Filho do Evereste.

Aos 48 anos, a autora tem ainda, para ale­gria de todos nós, muitas histórias para contar.”

(por Sandra Almeida, amiga e cúmplice de aventuras)