No umbigo

A Rosa Madalena Palma Como se escreve algo quando a cabeça está tão cansada? A resposta é simples. Da mesma forma que tantos escrevem com a cabeça cheia de lixo e preconceitos ou ideias preconcebidas. E escrevem na mesma. Presentemente, estou extremamente cansada. As sequelas da porcaria da covid, a luta dos dias, o corresponder … Continuar a ler No umbigo

Olá Rosa

A Rosa Madalena Palma Madalena Palma||Expoente M Rádio Olá Rosa, Hoje vou contar-te uma história. Uma história recente que começa em tempo passados. Eram tão pequeninos. Sentia as mãos deles afundadas na palma da minha mão. Um de cada lado, a caminho do infantário. Ainda andavam à pinguim. Tão pequeninos e cheios de energia. Estava … Continuar a ler Olá Rosa

Bom Natal!

A Rosa Madalena Palma Sabes Rosa, escrever para os outros lerem é uma responsabilidade enorme. Ninguém está dentro da nossa mente e é muito difícil fazer ver por palavras tudo o que vai cá dentro. Sejam temas fúteis da atualidade ou assuntos profundos do nosso ser. É complicado. E nem sempre a mensagem passa. Mas … Continuar a ler Bom Natal!

A Rosa

A Rosa Madalena Palma A ansiedade surge da incerteza dos dias. Como as estações do ano medianas que mais não são do que a preparação para o calor ou para ao frio. Neste caminho longo da incerteza nascem as inseguranças, as dúvidas e o colocar em causa tudo e todos. Aprimora-se o feitio enquanto se … Continuar a ler A Rosa